quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Teologia do Antigo Testamento Parte 3

Feed do Metal Ômega
Assine o nosso Feed ou receba os artigos por email
categories : ,
technorati: , | 0 comentários »

Teologia do Antigo Testamento

Parte 3


Relação de Obras de

Teologia do Antigo Testamento

e suas Contribuições à Disciplina


Teologia do Antigo TestamentoOs primórdios da disciplina da Teologia Bíblica são comumente associados a apresentação, por Johann Philipp Gabler (4 de junho de 1753 - 17 de fevereiro de 1826), numa palestra intitulada "Discurso sobre a devida distinção entre a Teologia Bíblica e Teologia Dogmática, e os objetivos específicos de cada uma" aconteceu em 30 de Março de 1787, na Alemanha.

Nessa palestra Johann Philipp Gabler mostrou que a Teologia Bíblica difere da Teologia Dogmática em origem e propósito. Antes disso, a Teologia Bíblica era uma ramificação da Teologia Sistemática. Para Johann Philipp Gabler a Teologia Bíblica acha-se na própria Bíblia, enquanto a Teologia Dogmática emana de teólogos com pressupostos filosóficos e eclesiásticos. Para Johann Philipp Gabler a Teologia Bíblica expõe o que os autores originais criam, e a Teologia Sistemática expõe um ponto de vista pré-estabelecido.

Já Julius Wellhausen (17 de maio de 1844 - 7 de janeiro de 1918) foi um estudioso da Bíblia e um orientalista alemão. Tornou-se conhecido especialmente por sua atuação na análise do Antigo Testamento e pelo desenvolvimento da alta crítica e da hipótese documental. É um dos grandes nomes da velha escola da Teologia Liberal.

O período dos primórdios aconteceu de Johann Philipp Gabler a Julius Wellhausen (1787 – 1878). Johann Philipp Gabler propôs análise em três etapas:

os intérpretes devem reunir dados de cada um dos períodos históricos, geográficos, culturais e literários do Antigo Testamento e do Novo Testamento;

Comparar e ponderar as partes atribuídas a cada Testamento;

Com propósito de determinar a as "noções universais", deve-se anotar e analisar os pontos de concordâncias e discordâncias.

Por traz dessa abordagem de Johann Philipp Gabler acha-se um conceito racionalista sobre a inspiração e a confiabilidade das Escrituras.

A principal contribuição de Johann Philipp Gabler foi: a insistência no valor da Teologia Bíblica, e a análise histórica da Bíblia.

Os pontos fracos de Johann Philipp Gabler são:

- Em sua insistência no racionalismo que elimina as considerações teológicas sobre boa parte das Escrituras;
- Na separação negativa das teologias do Antigo Testamento e Novo Testamento; e a criação da divisão entre estudo acadêmico;

Influência das ideias de Johann Philipp Gabler:

- Aparecem na primeira obra dedicada a Teologia do Antigo Testamento, publicada por Georg Lorenz Bauer em 1796;
- Na qual divorcia Teologia do Antigo Testamento e do Novo Testamento e de acordo com pensamento de Johann Philipp Gabler, defende que a Teologia Bíblica deve preceder e informar a Teologia Sistemática;
- Ainda procurou aplicar uma metodologia histórica a sua pesquisa e descobrir os pontos universais existentes no Antigo Testamento;
- Bauer também era bastante racionalista e interpretou e escreveu sobre os milagres do Antigo Testamento como se fossem mitos;


Johann Philipp Gabler vs Georg Lorenz Bauer


Apesar de tomarem caminhos questionáveis Johann Philipp Gabler e Georg Lorenz Bauer foram grandes contribuintes para a teologia do Antigo Testamento, pois criaram a disciplina do Antigo Testamento, analisaram-na através de uma perspectiva histórica e ensinaram que algumas verdades são universais; dividiram o material bíblico.

O Empurrão Racionalista de

Gottlieb Philipp Christian Kaiser


Para Gottlieb Philipp Christian Kaiser a causa da semelhança com outras religiões antigas, a religião do Antigo Testamento é uma no meio de muitas. Com isso Gottlieb Philipp Christian Kaiser foi o primeiro a encerrar o estudo da teologia do Antigo Testamento como uma história da religião e não como uma revelação divina.

Nessa imagem, é exemplificado uma tentativa de união:

Teologia do Antigo Testamento - Tentativa de União

Para Gottlieb Philipp Christian Kaiser os mitos são meios poéticos que expressam sentimentos acerca de Deus, por isso os teólogos devem procurar entender as verdades universais e sentimentos por trás dos mitos e não apenas descartá-los. Assim Wilhelm Martin Lebrecht de Wette trata a teologia do Antigo Testamento de maneira totalmente filosófica e com uma metodologia histórica baseada em princípios racionalistas, e estabelece uma ponte entre passado e futuro imediato do estudo do Antigo Testamento.


Teologia Bíblica, Cientificamente Demonstrada

A Religião do Antigo Testamento


Johann Karl Wilhelm Vatke (14 de março de 1806 - 18 de abril de 1882) fez com que a Teologia do Antigo Testamento distancia-se do racionalismo puro. Baseados nos princípios filosóficos de Georg Wilhelm Friedrich Hegel (Estugarda, 27 de agosto de 1770 - Berlim, 14 de novembro de 1831),(tese – antítese – síntese), Johann Karl Wilhelm Vatke acreditava que a teologia do Antigo Testamento era progressiva e mais complexa à medida que evoluía.


Consequências da Teologia Bíblica

Cientificamente Demonstrada


Assim parte do Pentateuco não foi produzida na época de Moisés, mas sim por uma nação cuja religião havia evoluído para uma etapa bem mais complexa. Logo a Teologia do Antigo Testamento deve procurar o contexto "correto", que evoluiu.


A resposta Conservadora

Às Tendências Liberais


Ernst Wilhelm Hengstenberg (20 de outubro de 1802 - 28 de maio de 1869) escreveu o livro "A Cristologia do Antigo Testamento (1829-1835, 2ª ed., 1854-1857; Traduzido por R Keith, 1835-1839)" comentando sobre as profecias messiânicas. Ernst Wilhelm Hengstenberg abriu espaço para a união da Teologia Bíblica e Teologia Sistemática. Ernst Wilhelm Hengstenberg não conseguiu uma completa Teologia do Antigo Testamento e mais tarde criticou as conclusões históricas dos Teólogos Liberais.

Johann Christian Konrad von Hofmann (21 de dezembro de 1810 - 20 de dezembro de 1877) escreveu o livro "Profecia e Cumprimento no Antigo e no Novo Testamento (1841-1844, 2 ª ed., 1857-1860)" que contribuiu para a Teologia do Antigo Testamento ao mostrar que a história do Antigo Testamento é a "história da Salvação", pois registra os esforços divinos em redimir a raça humana, tendo seu ápice em Jesus.

Na sequência, Gustav Friedrich Oehler (10 de junho de 1812 - 19 fevereiro de 1872) escreveu o livro "Prolegômenos À Teologia do Antigo Testamento (1845) e Teologia do Antigo Testamento (1874 - 1875)" onde defendia que a história e a teologia deveria permanecer ligadas. Gustav Friedrich Oehler contribui para um estudo do Antigo Testamento por meio do método gramático-histórico, que considerava o contexto original do Antigo Testamento para uma visão cristocêntrica das Escrituras e entendimento da progressividade da revelação, e o entendimento de que o Antigo Testamento é uma base doutrinária.

Gustav Friedrich Oehler enfatizou o compromisso com a inspiração das escrituras e conduziu o estudo do Antigo Testamento dentro de uma cosmovisão histórica dos leitores originais. Gustav Friedrich Oehler apresentou sérias evidências históricas e literárias defensoras tanto da autoria Mosaica do Pentateuco como de outras importantes questões históricas do Antigo Testamento.

Gustav Friedrich Oehler defendeu:
- A crença de que há milagres e ocorrências sobrenaturais sobre a terra.
- A tentativa de que é possível interligar História e Teologia.
- A visão de que a Bíblia é a única História da Salvação.
- Destacou a relação existente entre Antigo Testamento e Novo Testamento.



Curso de Teologia, Professor Uelinton Dias.
Complementado por Metal Ômega




Fontes:
http://en.wikipedia.org/wiki/Johann_Philipp_Gabler
http://en.wikipedia.org/wiki/Julius_Wellhausen
http://en.wikipedia.org/wiki/Johann_Karl_Wilhelm_Vatke
http://pt.wikipedia.org/wiki/Georg_Wilhelm_Friedrich_Hegel
http://en.wikipedia.org/wiki/Ernst_Wilhelm_Hengstenberg
http://en.wikipedia.org/wiki/Johann_Christian_Konrad_von_Hofmann
http://en.wikipedia.org/wiki/Gustav_Oehler


Receba atualização do Metal Ômega por e-mail assinando o Feed ou pelo endereço:
Feed do Metal Ômega

Não se esqueça de confirmar o endereço do seu e-mail (lembre-se de remover o filtro anti-spam)

Se gostou do artigo comente, se identifique, e deixe teu site/blog caso tenha.
Só faça comentário se tiver ligado com o assunto. Obrigado :-)

COMUNIDADE NO ORKUT:
Comunidade do Metal Ômega

0 comentários:

Postar um comentário


Receba atualização do Metal Ômega por e-mail assinando o Feed ou pelo endereço:
http://feeds2.feedburner.com/Metalomega
Se gostou do artigo comente, se identifique, e deixe teu site/blog caso tenha.
Só faça comentário se tiver ligado com o assunto. Obrigado :-)

COMUNIDADE NO ORKUT:
http://www.orkut.com.br/Main#CommTopics.aspx?cmm=73727597

Formulário de Contato

Contato

Seu Nome :
E-mail :
Assunto :
Mensagem :
Image (case-sensitive):